17/04/2017

Secretarias devem ampliar acesso de produtores rurais a financiamentos do Governo de São Paulo

Parceria entre duas secretarias do Governo do Estado de São Paulo pode alavancar o empreendedorismo do homem do campo em todo o território paulista - utilizando a capilaridade das Casas da Agricultura. Os secretários Arnaldo Jardim, de Agricultura e Abastecimento, e José Luiz Ribeiro, do Emprego e Relações do Trabalho, se reuniram na sede da Pasta agrícola, na Capital, na terça-feira, 11 de abril, para discutir a união entre as duas secretarias para levar o Banco do Povo a todos os municípios paulistas. O objetivo é utilizar a estrutura das Casas da Agricultura, presentes em todos os municípios do Estado, para oferecer ao produtor rural os serviços do Banco do Povo – como empréstimos de até R$ 20 mil para pessoas físicas e R$ 25 mil para associações e cooperativas. “O público das duas secretarias é o mesmo neste caso, o empreendedor rural”, apontou Arnaldo Jardim, lembrando ainda que “é um trabalho conjunto importante, queremos principalmente estimular a agroindústria, que tem gerado muitos empregos”. A união chega para solucionar a ausência de unidades do Banco do Povo em 104 dos 645 municípios paulistas. Como ressaltou Marcos Wollf, coordenador do Banco, “o mais importante deste trabalho em conjunto será expandirmos o financiamento para todos acessarem e desenvolverem suas atividades”. Com a parceria, a Casa da Agricultura passará a oferecer o financiamento do Banco do Povo, que pode ser acessado pelo produtor juntamente com o disponibilizado pelo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap), da Agricultura, que tem valor médio de R$ 100 mil. “Esta nova geração que tem voltado para o campo tem outra cabeça, é mais empreendedora”, explicou Ribeiro. Profissionalizante Além do acesso aos serviços do Banco do Povo, a parceria a ser celebrada também quer utilizar as Casas da Agricultura para qualificar profissionalmente os produtores rurais. “Estamos inclusive elaborando o Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ) especialmente voltado para qualificar o homem do campo”, anunciou Ribeiro. O objetivo é levar os cursos, palestras e demais eventos promovidos pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho aos agricultores de todos os municípios do Estado de São Paulo. “Nossas Casas da Agricultura têm condições de receber essa formação. Temos espaços ideais para isso como salas e auditórios”, lembrou Rubens Rizek Jr., secretário-adjunto de Agricultura. A expectativa é que o protocolo de intenções para a cooperação seja assinado já no próximo mês, na Agrishow 2017, em Ribeirão Preto – que será realizada entre os dias 1 e 5 de maio e contará com um grande leque de ações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Participaram também da reunião o secretário-executivo do Feap, Fernando Aluizio Pontes de Oliveira Penteado; e Marcus Mollo, assessor do secretário José Luiz Ribeiro. Por Hélio Filho

Comentários

Enviar Comentário

Lojas Garça Online

Tempo Garca