Fábio Dias
17/12/2013
Garça 

Palmeiras teve maior público e arrecadação na Série B em 2013 do que na A em 2012

Em 2013, ao disputar a Série B, a Sociedade Esportiva Palmeiras teve bilheteria 78%
Anúncio

  Em 2013, ao disputar a Série B, a Sociedade Esportiva Palmeiras teve bilheteria 78% maior e média de público 25% superior em relação aos resultados que obteve na divisão principal do Campeonato Brasileiro de Futebol em 2012. É o que demonstra estudo inédito da Trevisan Escola de Negócios. O trabalho também evidencia o impacto financeiro positivo da participação do clube em toda a competição e na arrecadação dos demais clubes.

O estudo, realizado pelo Centro de Pesquisas Aplicadas da Trevisan Gestão do Esporte, unidade de negócios da Trevisan Escola de Negócios, que oferece soluções empresariais para o mercado esportivo, revela que o Palmeiras teve renda líquida de R$ 6.061.510 nos jogos como mandante na Série B em 2013. O montante é superior em 78% em comparação com a arrecadação do ano de 2012, na Série A do Brasileirão. Em média, o clube arrecadou R$ 139.751 a mais por partida.

 

“Nos jogos em casa, a média de público pagante do Verdão foi de 14.974 torcedores, superior em 25% em relação à Série A em 2012”, salienta José Gabriel Leiva, pesquisador e consultor da Trevisan Gestão do Esporte. “Os números mostram que o torcedor foi ainda mais participativo no momento difícil do clube”.

 

Impacto positivo para o campeonato

 

José Gabriel também salienta que “um time grande na Série B tem um impacto positivo no público e renda de todas as demais agremiações que disputam a competição”, conforme demonstra com clareza o estudo. Em 2013, a Série B gerou arrecadação bruta para os clubes de 78% a mais do que em 2012. O aumento de público pagante nos estádios foi de 18%. “A arrecadação líquida total foi de R$ 22.965.456, sendo que a renda obtida pelo Palmeiras representa 26% desse valor”.

O impacto dos jogos do Verdão foi bastante significativo para a arrecadação geral da competição. Das 380 partidas disputadas, o Palmeiras esteve presente em 38, representando 10% do total. Porém, esses jogos geraram R$ 10.939.078 aos clubes, representando 48% da arrecadação líquida da Série B. O clube teve a maior renda líquida, ficando em segundo lugar quanto ao total de público como mandante, atrás do Sport Recife.

Dentre as 10 partidas com maior público do campeonato, o Palmeiras esteve presente em seis. Nos jogos em que não participou, Sport Recife e Ceará foram os destaques. A partida com maior público pagante (48.960 pessoas) e arrecadação líquida (R$ 901.390,00) da Série B em 2013 foi entre Ceará e Palmeiras, no Castelão.

Nas partidas em que o Palmeiras jogou como visitante, a média de público pagante foi de 14.269 torcedores e a arrecadação líquida total gerada, de R$ 4.878.198. “Ter o Verdão como adversário foi negativo para os rivais no índice técnico, mas um excelente negócio no aspecto financeiro, pois o time paulista representou aumento médio de 41% na receita líquida das outras 19 equipes que disputaram a Série B”, observa José Gabriel.

O consultor salienta que, “ao se analisar em detalhes esse estudo de nosso Centro de Pesquisas Aplicadas, pode-se antecipar que o Campeonato Brasileiro da Série B em 2014, com Vaco da Gama e Fluminense, dois gigantes do futebol carioca, deverá apresentar números expressivos em termos de público e renda. É preciso considerar, ainda, que no próximo ano, com a Copa do Mundo, o futebol deverá atrair mais a atenção do público brasileiro”.

 

Trevisan Escola de Negócios

Assessoria de Imprensa: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação 

 

 

 


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.