Fábio Dias
17/02/2020
Garça 

Paço Legislativo pode recebe o nome de “Antônio Marangão”

O último projeto que vai para leitura na sessão de hoje, 17, é de autoria dos vereadores Antônio Franco dos Santos Bacana (PSB) e Fábio José Polisinani (PSS) e é uma homenagem a Antônio Marangão. O Projeto de Lei nº 10/2020, apresentado pelos edis quer denominar de Paço Legislativo "Antônio Marangão" a sede da Câmara Municipal de Garça 

Anúncio

O último projeto que vai para leitura na sessão de hoje, 17, é de autoria dos vereadores Antônio Franco dos Santos Bacana (PSB) e Fábio José Polisinani (PSS) e é uma homenagem a Antônio Marangão. O Projeto de Lei nº 10/2020, apresentado pelos edis quer denominar de Paço Legislativo "Antônio Marangão" a sede da Câmara Municipal de Garça 

“Encaminhamos para apreciação e deliberação dessa Câmara Municipal o incluso Projeto de Lei, por meio do qual busca denominar o prédio sede da Câmara Municipal de Garça, localizado na Rua Bardo do Rio Branco n° 127/131, de "Paço Legislativo Antônio Marangão"”, colocam os autores trazendo a biografia de Antônio Marangão, que faleceu em 20 de janeiro de 2016, mas era muito conhecido pelos garcenses.

Natural de Gália, Marangão mudou-se para Garça e no começo era um pequeno empresário de ferramentaria. Posteriormente foi para São Paulo, entrando no ramo de transporte com a empresa Transmarangão. Em constante crescimento o empresário passou para o ramo da construção civil e pavimentação asfáltica, desenvolvendo técnicas que fez sua empresa crescer muito no setor. 

Marangão foi um dos empresários mais bem sucedidos da história da região, tendo sido também dono dos jornais Comarca de Garça e Diário de Marília, nos anos de 1990 a 1992, além da Maripav, uma das maiores empresas de pavimentação asfáltica e construção do sudeste brasileiro. 

Atuante na área política ele foi vice-prefeito por duas vezes, com mandatos de 1989 a 1992 e de 1996 a 2000, compondo a chapa de José Panza Neto e Júlio Marcondes de Moura, respectivamente. 

“Homem de grande prestigio em toda região, sempre demonstrando seu acendrado amor à Garça e ao seu povo. Destacava-se por sempre se preocupar em participar de todas as ações que visavam o bem-estar da população garcense, bem como o progresso do progresso do município”, colocam os vereadores.

Em 1994 Marangão foi reconhecido pela Câmara Municipal de Garça, com o 

Título de Cidadão Garcense, oficializando uma situação que na prática já existia.

Bacana e Polisinani salientam que Antônio Marangão sempre atuava e pensava no desenvolvimento da cidade, como um filho de Garça. 

No esporte, Marangão entrou para a história quando, em 1990, patrocinou uniformes para todos os times que disputavam o rural garcense. Além disso, 

premiou os melhores com itens nada convencionais, como por exemplo, motos zero km. Isso também ocorreu no amador, quando o Flamengo de Vila Rebelo faturou até um terreno, ao se tornar campeão naquela temporada. 

Marangão foi presidente do Garça Futebol Clube, diretor, patrocinador e nunca deixou de ser torcedor do outrora "Azulão mais querido de todo o 

Centro Oeste Paulista". 

“Por fim, destacamos que a medida proposta não afetará a homenagem já feita ao senhor Manoel Galdino de Carvalho, que continuará cedendo seu nome do Plenário de nossa Casa de Leis. Ante o exposto, solicito especial atenção dos nobres Vereadores para aprovação do Projeto de Lei ora apresentado”, finalizam os vereadores.


 


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.