Fábio Dias
24/03/2020
Garça 

Vacinação contra gripe começa e registra grande movimento nos postos em Garça


Os profissionais de saúde já estavam habituados. Todo ano a mesma rotina. Prorrogações e prorrogações e, mesmo assim, era preciso também visita domiciliar e estratégias para poder atingir o índice determinado pelo Ministério da Saúde quando o assunto era a vacinação da gripe.

Anúncio

Os profissionais de saúde já estavam habituados. Todo ano a mesma rotina. Prorrogações e prorrogações e, mesmo assim, era preciso também visita domiciliar e estratégias para poder atingir o índice determinado pelo Ministério da Saúde quando o assunto era a vacinação da gripe. A cada ano a adesão diminuia na mesma proporção que a resistência a imunização aumentava.  Neste ano, num cenário de pandemia causada pelo novo coronavírus, o Ministério da Saúde antecipou a vacinação que deveria ocorrer em maio e, o que se viu nesta segunda-feira, 23, em Garça, foram filas, postos cheios e muita procura pela imunização.

Ainda no período da manhã algumas unidades de saúde se viram obrigadas a renovar o estoque. O medo foi a mola propulsora para a grande procura.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo iniciou nesta segunda-feira (23) a campanha de vacinação contra gripe com estratégias diferenciadas para evitar aglomerações e prevenir a população contra a Covid-19, mas diante da grande procura, muitas regras sanitárias foram deixadas de lado.

Algumas unidades buscaram medidas que evitassem a aglomeração, mas assim como em várias cidades paulistas, nem sempre foi possível. Na USF Dr. Barros a receptividade começa antes mesmo de adentrar o espaço da unidade e, na calçada foi possível ver as limitações de espaço entre um paciente e outro.

A equipe pintou no chão o espaço que cada um deveria ocupar. O álcool em gel e outras medidas sanitárias também foram adotadas.

A Divisão de Imunização estadual orientou todas as regiões e cidades quanto à dinâmica de atendimento especial. Seguindo a legislação, deverão ser priorizados os idosos com mais de 80 anos e haverá triagem diferenciada (confira abaixo no subtítulo coronavírus).

A expectativa é imunizar 90% da população-alvo de 15,4 milhões de moradores de São Paulo contra o vírus Influenza durante toda a campanha. O início foi antecipado com apoio do Instituto Butantan, que acelerou a produção das 75 milhões de doses da vacina que serão utilizadas na campanha, que será a maior da história no Brasil, com ampliação de 13% em comparação ao quantitativo do ano passado.

“A vacina prevenirá a população alvo contra o vírus Influenza de três tipos e é fundamental para evitar complicações decorrentes da gripe, otites e sinusites. É indispensável que as pessoas respeitem as etapas para que não haja aglomerações nos postos, evitando a transmissão de doenças respiratórias, como a Covid-19 e a própria gripe”, explica a diretora de Imunização da Secretaria, Nubia Araújo.

Em Garça, durante a campanha estarão abertas das 7h às 17h e no dia “D” (9 de maio), das 8h às 17h, as seguintes unidades:

USF Jafa;

USF Região Oeste;

USF Rebelo;

USF Palermo;

USF Helena Müller;

USF Labienópolis;

USF Araceli;

USF Eucaliptos;

USF Barros;

USF Mariana I.

 


Coronavírus

A vacina contra a gripe não imuniza contra o novo coronavírus, mas a campanha é fundamental para reduzir o número de pessoas com sintomas respiratórios nos próximos meses. “A decisão de antecipar a campanha tem a intenção de proteger a população contra a Influenza, além de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde em meio a pandemia de Covid-19, já que os sintomas destas doenças são semelhantes”, diz o secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

A orientação aos profissionais que trabalharão na campanha é para que haja organização da fila e do ambiente. Deverá ser feita uma triagem com identificação de sintomático respiratório – presença de febre, tosse, coriza e falta de ar.

Se a pessoa tiver febre ou mau estado geral, deverá ser colocada máscara no paciente e adiada a vacina, com orientação para ida a um serviço de saúde. Máscaras também deverão ser colocadas naqueles que tiverem tosse ou coriza, mas nesses casos a dose poderá ser aplicada, e ainda assim a pessoa será orientada para procurar um serviço de saúde.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.