Fábio Dias
15/09/2021
Garça 

Corporação Musical Garça faz diversas apresentações na cidade

Espalhando alegria e solidariedade, a Corporação Musical Garça se apresenta pela cidade em contrapartida a Lei Aldir Blanc, premiada pelo Edital nº 004/2020 – Circula Cultura II, incentivada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Cultura.

Espalhando alegria e solidariedade, a Corporação Musical Garça se apresenta pela cidade em contrapartida a Lei Aldir Blanc, premiada pelo Edital nº 004/2020 – Circula Cultura II, incentivada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Cultura.
Com o espetáculo “Alegrar e Ajudar”, a corporação desperta no público à nostalgia de clássicos, como Aquarela Brasileira, Como é Grande o Meu Amor, New York New York, entre outros. O repertório é eclético e muda de acordo com o local da apresentação, incluindo os tradicionais dobrados militares, que representam as origens das corporações musicais.
Os músicos já realizaram três apresentações, sendo a primeira no dia 4, na Praça em frente à igreja Nossa Senhora de Lourdes, Bairro Araceli. No dia 5, foi a vez de voltar ao coreto da Praça da Matriz de São Pedro e no sábado passado, dia 11, a apresentação foi na Praça do Cristo, no Jardim Paineiras.
Todas as apresentações são gratuitas, de fácil acesso ao público e adaptadas para espaços fechados e abertos, possibilitando uma total segurança aos músicos e ao público presente, respeitando os protocolos e normas de segurança.
Ainda estão agendadas outras três apresentações pelo Circula Cultura. São elas:

19/09 – 15h – Escola Alcyr da Rosa Lima;

26/09 – 20h – Praça da Matriz de São Pedro;

03/10 – 16 h – Concha Acústica do Lago Artificial J. K. Williams;

12/10 – Festa das Crianças na Praça do Cristo, Jardim Paineiras.

O projeto da Corporação Musical Garça tem como objetivo levar alegria e emoção para a população em geral, propagando e mantendo a tradição das corporações musicais. Além oferecer boa música, o projeto ainda é solidário e está arrecadando alimentos e produtos de higiene pessoal para serem distribuídos para as famílias carentes, que foram mais afetadas pela pandemia de Covid-19, por isso o nome “Alegrar e Ajudar”.
“Nesse momento difícil que o país está passando, queremos através da música instrumental, poder aliviar um pouco da dor e da tensão causadas por essa pandemia e levar alegria aos jovens, crianças, adultos e idosos através de um repertório variado e emocionante”, explicou o músico Gediael Elias Batista, proponente do projeto.
Participar do Edital nº 004/2020 – Circula Cultura II, da Lei Aldir Blanc, possibilitou à Corporação Musical Garça verba para investir na qualidade das apresentações, como a compra da mesa de som, microfones, cabos, caixas de som, entre outros equipamentos.

“Tínhamos que alugar o equipamento, elevando o custo da apresentação e, impossibilitando muitas vezes, que nós nos apresentássemos. Após o término do projeto, esse equipamento de som será essencial para as apresentações futuras da Corporação Musical Garça, possibilitando um número maior de apresentações em nossa cidade”, finalizou Gediael Elias Batista.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.