Fábio Dias
14/01/2022
Garça ACIG 

Associação Comercial de Garça alerta para cuidados de prevenção da covid-19

A nova onda de contaminações pela covid-19 vem trazendo preocupação e a Associação Comercial e Industrial de Garça (ACIG) reforça, junto aos comerciantes do município, a importância da continuidade dos protocolos sanitários para conter a proliferação dos casos.

A nova onda de contaminações pela covid-19 vem trazendo preocupação e a Associação Comercial e Industrial de Garça (ACIG) reforça, junto aos comerciantes do município, a importância da continuidade dos protocolos sanitários para conter a proliferação dos casos.

A preocupação aumenta quando se tem também um aumento de casos da síndrome gripal, causados pelo vírus Influenza A (H3N2).

“Estamos todos em sinal de alerta. A preocupação é grande e estamos acompanhando tudo com certa apreensão. A economia dava mostra de recuperação e vem esse baque. É preciso que todos estejam atentos para que não cheguemos à situação daquelas medidas restritivas mais duras”, disse o presidente da ACIG, Mauro José de Sá.

Segundo ele, neste momento os transtornos vêm sendo sentidos com o grande número de trabalhadores afastados, o que também implica diretamente na economia.

“Um trabalhador afastado gera prejuízo, isto é fato, mas também não podemos permitir que os trabalhadores frequentem os ambientes, estando contaminados. É uma situação delicada, por isso alertamos que os comerciantes reforcem em seus estabelecimentos as medidas sanitárias, não permitindo a presença de pessoas sem máscaras, que usem o álcool em gel e tenham o distanciamento”, disse o dirigente.

Conforme lembrando por Mauro, crianças´, a partir de dois anos, devem usar máscaras e estas devem cobrir nariz e boca. O setor de supermercados deve se atentar para as filas nos caixas.

“Voltamos a um cenário que não queríamos, mas cabe a cada um buscar minimizar os efeitos da contaminação. Temos ouvido de algumas pessoas, que tem gente trabalhando, mesmo sabendo que está contaminado. Isso, se for verdade, não pode acontecer. É toda uma cadeia em risco”, frisou ele.

Segundo o presidente da associação, janeiro é considerado um momento ideal para os comerciantes limparem os estoques antigos e fazerem um bom caixa para o início do ano, mas com essa onda de contaminação, as atividades comerciais podem ser afetadas e influenciar no rendimento das lojas e prestadores de serviço.

De acordo Mauro, manter o protocolo sanitário é essencial para proteger as pessoas que trabalham com atendimento ao público, bem como para evitar a sobrecarga do sistema de saúde do município.

“Estamos em meio ao momento de fortalecimento econômico, em que muitos comerciantes esperam ter um bom fluxo de caixa. Nesse cenário, é muito importante que sejamos conscientes”, salientou.

“Nossa maior preocupação agora, além dos cuidados com a Covid-19, é que todos os comerciantes sigam à risca as normas de higienização e controle de acesso de clientes para que não tenhamos que retrocede e sofrer com as medidas restritivas que já vem acontecendo em algumas cidades, disse o dirigente.


Cuidados 

A associação recomenda que os empreendedores mantenham os cuidados já adotados para o enfrentamento à pandemia da Covid-19:

- uso obrigatório de máscaras; 

- disponibilização de álcool em gel para limpeza de mãos; 

- distanciamento social de pelo menos 1 metro; 

- manter os ambientes ventilados e evitar aglomerações. 

 


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.