Fábio Dias
28/06/2022
Garça 

Garça registra queda de 11,48% no número do eleitorado: 31 mil eleitores estão aptos para o pleito de outubro

O pleito de outubro se aproxima e, daqui a 96 dias 31.469 garcenses devem ir às urnas para eleger presidente, deputados, senadores e governadores.


O pleito de outubro se aproxima e, daqui a 96 dias 31.469 garcenses devem ir às urnas para eleger presidente, deputados, senadores e governadores. Num cenário em que cada voto é disputado acirradamente, Garça registrou uma queda de 11,48% no número de eleitores na comparação com o pleito ocorrido em outubro de 2020, quando 35.551 eleitores estavam aptos para votar no município.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a cidade registra 4.082 eleitores a menos. 

Os dados do TSE mostram que todos os cinco municípios que compõem a 47.ª Zona Eleitoral (Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Fernão, Gália e Garça) perderam número de eleitores na comparação entre maio de 2020 e maio de 2022.

Segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Garça – ACIG -, Mauro José de Sá, o pleito de outubro será muito importante para a economia do Brasil.

“Não estamos falando para votarem neste ou naquele candidato. A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) vem promovendo debates de pré-candidatos à presidência da República e ao Governo do Estado de São Paulo, com empresários e representantes da entidade de classe. Isso é importante para que possamos avaliar as propostas, ver o que nos apresentam e votar de forma consciente”, disse Mauro.

O dirigente coloca que diante do cenário pós pandemia, com uma guerra em curso, a discussão de projetos é fundamental, e mais que um direito, todos têm o dever de comparecer às urnas.

O prazo para regularização da situação eleitoral terminou no dia 4 de maio.

Neste ano, os cidadãos tiveram a data limite de 4 de maio para solicitar o título pela primeira vez, transferir o domicílio eleitoral e regularizar a sua situação para votar nas eleições gerais. Após a data, o cadastro eleitoral foi fechado para organização das Eleições 2022.

O voto é obrigatório para todos os brasileiros entre 18 e 70 anos e facultativo para jovens de 16 e 17 anos, analfabetos e idosos com mais de 70 anos.

As eleições estão marcadas para 2 de outubro. Eventual segundo turno será realizado no dia 30 de outubro.

 

Penalidades 

O eleitor que teve com o título cancelado por não ter votado ou justificado a ausência às urnas por três pleitos consecutivos ou por não ter comparecido ao cadastramento biométrico obrigatório em seu município, não poderá votar em outubro. Se não participar da eleição, não justificar e não pagar a multa, não pode, por exemplo, obter passaporte ou carteira de identidade.

A restrição prevista no Código Eleitoral não vale para o brasileiro residente no exterior que solicite novo passaporte para identificação e retorno ao Brasil.

Tem consequência financeira também. A pessoa não pode obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, nem em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo.

Além disso, o eleitor também fica impedido de se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, e tomar posse. Também não pode renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.